Capa Manga DragonballOs mangás são histórias em quadrinhos japonesas que surgiram durante o feudalismo por meio do Teatro das Sombras, que passavam em vários vilarejos contando histórias com o uso de fantoches. As histórias passaram a ser descritas em papel e elas surgiram, então, essas histórias em quadrinhos. Seu nome quer dizer imagem involuntária e foi criada em 1814.

Os japoneses publicam essas histórias em papel jornal e, principalmente, na forma de antologia. O formato atual desses quadrinhos começou a ser usado no início do século XX, por influência dos EUA. Quem cria mangás recebe o nome de 'mangakas'. Os desenhos característicos com olhos arregalados e exagerados começaram a ser usados pelo desenhista Osama Tezuka, que buscava imitar os desenhos feitos pela Disney.

As histórias ficaram maiores e foram divididas em capítulos. Tezuka foi responsável por lançar a primeira animação para a TV do Japão, era o Astro Boy. Inicialmente, os mangás foram criados para o público infantil e jovem; porém, foram sendo criadas histórias mais elaboradas para os adultos. Atualmente, eles possuem uma grande tiragem e versões em diversas línguas. Os assuntos se tornaram mais variados para atender pessoas de diversas idades e classes sociais. No Brasil, desde 1984, existe a Associação Brasileira de Desenhistas de Mangá e Ilustrações (ABRADEMI). Ela é responsável por divulgar a cultura do Japão no Brasil, com ênfase nos mangás.

Estilos de Mangás: As histórias dos mangás são dividas com base em seus leitores. Os que são feitos visando os meninos recebem o nome de shounen e envolvem ação e aventura. Os que apresentam uma história mais voltada para as meninas, recebem o nome de shoujo e são mais sentimentais. Há, ainda, os gêneros gekiká, algo mais realista, o seinem e o josei. Os mangás pornográficos recebem o nome de hentai.

Formato dos Mangás: A leitura de um mangá japonês é feita de forma contrária a que é feita no Ocidente. Ou seja, a leitura é realizada da direita para a esquerda. Outro diferencial são suas páginas em preto e branco e em papel mais barato.